Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Bacia de Ceará

Publicado: Quinta, 22 de Março de 2018, 12h46 | Última atualização em Terça, 16 de Julho de 2019, 10h59

BACIA DO CEARÁ TEM UM BLOCO PARA EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO E GÁS ARREMATADOS NA 15ª RODADA DA ANP

Na 15ª Rodada de Licitações da ANP, realizada nesta quinta-feira (29/03) no Rio de Janeiro, foi arrematado um bloco na Bacia do Ceará.

O bônus de assinatura total arrecadado com a concessão do bloco foi de R$ 9 milhões. O investimento mínimo previsto para a bacia é de cerca de R$ 20,67 milhões.

Veja abaixo o resumo do resultado para o bloco:

Bacia

Setor

Bloco

Estado

Empresa/consórcio vencedor

Bônus ofertado pela vencedora

Ceará

SCE-AP2

CE-M-601

CE

Wintershall Holding (100%)

R$ 9.005.040,00

Na 15ª Rodada de Licitações da ANP, foram ofertados 12 blocos exploratórios marítimos na Bacia do Ceará, totalizando 8.389,97 km². A Bacia do Ceará é classificada como nova fronteira, ou seja, possui áreas geologicamente pouco conhecidas e barreiras tecnológicas ou do conhecimento a serem vencidas.

Localizada na Margem Equatorial, a Bacia do Ceará possui potencial petrolífero altamente promissor. Sua produção atual provém de quatro campos produtores descobertos em águas rasas.

Em janeiro de 2018, a Bacia do Ceará produziu cerca de 3,9 mil barris de petróleo por dia e 71 mil m³ diários de gás natural. A produção acumulada na bacia é de aproximadamente 145 milhões de barris de petróleo e 3,3 bilhões de m³ de gás natural.

Ao todo, na 15ª Rodada de Licitações, são ofertados 68 blocos em 12 setores de sete bacias sedimentares.

 

SCE-AP2

 

 

Fim do conteúdo da página
>